APTIDÃO FÍSICA DE UM ADOLESCENTE COM DEFICIÊNCIA VISUAL

Vanessa Mota Lopes RAMPINELLI, Renata Aparecida Rodrigues de Oliveira, Joel Alves Rodrigues, Eveline Torres Pereira, Elizângela Elizângela

Resumo


O objetivo do presente estudo é verificar a aptidão física de um adolescente com DV. Foi realizado um estudo descritivo de corte transversal, em que um adolescente, com diagnóstico de deficiência visual (DV), do sexo masculino com idade de 11 anos, foi submetido a uma avaliação física e a testes de aptidão física (BAF-DV). Os resultados mostraram que índice de massa corporal do avaliado não foi ideal para sua faixa etária. Assim como os testes de abdominal em 1min, salto em distância, arremesso de medicine ball, 20m, corrida/caminhada de 6 min e 10x5, apresentaram uma média não favorável. Entretanto, no teste de sentar e alcançar, o resultado apresentou um nível ótimo. Concluiu-se que o participante do estudo não atingiu bons resultados dos níveis de aptidão física, exceto a flexibilidade, além de apresentar obesidade no índice de massa corporal. Tal fato evidencia questões significativas em relação a prática regular de atividades físicas, inclusão, melhora da saúde e qualidade de vida.


Texto Completo:

PDF

Referências


AUGESTAD, L. B.; JIANG, L. Physical activity, physical fitness, and body composition among children and young adults with visual impairments: A systematic review. British Journal of Visual Impairment, v. 33, n. 3, p. 167-182, 2015.

AUGUSTO, D. I. L. S.; SILVA, M. V. Um diagnóstico sobre a prática de atividades físicas por pessoas com deficiência visual. Revista Eloiza, v. 1, n. 5, 2016.

ARAÚJO, D. S. M. S.; ARAÚJO, C.G. S. Aptidão física, saúde e qualidade de vida relacionada à saúde em adultos. Revista Brasileira de Medicina e Esporte. Niterói, v. 6, n. 5, out. 2000.

BIANCONI, E. C.; MUNSTER, M. A. V. Educação física e pessoas com deficiências: considerações sobre as estratégias de inclusão no contexto escolar. IX Congresso nacional de educação. ENDUCERE. III encontro sul brasileiro de psicopedagogia. Disponível em: . Acesso em: 19 set. 2011.

BOMPA, T. O. Periodização: teoria e metodologia do treinamento. São Paulo: Phorte, 2002. 423 p.

CABRAL, J. F. R.; OLIVEIRA, R. A. R.; PEREIRA, E. T.; FERREIRA, E. F. Formação inicial de professores de educação física com foco na inclusão: uma revisão de literatura. Revista Científica FAGOC Multidisciplinar, Ubá, v. 1, n. 2, 2016.

DIEHL, R. M. Qualificação científica da bateria de aptidão física para crianças e jovens com deficiência visual (Baf­Dv). 2013. 161 f. Tese (Doutorado em Ciências do Movimento Humano), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, 2013.

DIEHL, R. M. Jogando com as diferenças. São Paulo: Phorte, 2008.

DE LA ROSA, A. F.; FARTO, E. R. Treinamento desportivo: do ortodoxo ao contemporâneo. São Paulo: Phorte, 2007. p. 273.

DUMITH, C. S.; RAMIRES, V. V.; SOUZA, M. J. A.; MORAES, D. S.; PETRY, F. G.; OLIVEIRA, E. S.; RAMIRES, S. V.; MARQUES, A. C. Aptidão física relacionada ao desempenho motor em escolares de sete a 15 anos. Revista Brasileira Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 24, n.1, p. 5-14, jan./mar. 2010.

GREGUOL, M.; ROSE JÚNIOR, D. Aptidão física relacionada à saúde de jovens cegos em escolas regulares e especiais. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano, São Paulo, v.19, n. 1, abr. 2009.

GOMES, D. P. O sentido da inclusão de alunos com deficiência no discurso dos professores de educação física. Programa de pós-graduação em educação física. Universidade Federal de Viçosa. Viçosa 2011. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro, RJ, 2012.

MACHADO, R. R. Qualidade de vida e aptidão física relacionada à saúde de pessoas com deficiência visual: efeitos de um programa de exercícios físicos combinados. 2015. 72 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Programa de Pós-graduação em Educação Física, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2017.

MACHADO, R. R.; PALMA, L. E.;MANTA, S. W. Um diagnóstico sobre a prática de atividades físicas por pessoas com deficiência visual. Revista Conexões, Campinas, v. 13, n. 4, p. 33-48, out./dez. 2015.

MACHADO, R. R.; AZAMBUJA, C. R.; MINUZZI, T.; SANTOS, D. L. Sobrepeso e obesidade de pessoas com deficiência visual. Revista Brasileira de Iniciação Científica, Itapetininga, v. 3, n. 6, 2016.

MUNSTER, M. A.; ALMEIDA, J. J. G. Um olhar sobre a inclusão de pessoas com deficiência em programas de atividades motoras: do espelho ao caleidoscópio. In: RODRIGUES, David (Org.). Atividade motora adaptada. A alegria do corpo. Porto Alegre: ArtMed, 2006.

MUSTER, M. A. V. Atividade Física e Deficiência Visual. In: GREGOU, M; COSTA, R. F. Atividade física adaptada. Barueri: Manole, 2013. Pp. 30-72.

PEREIRA, A. R. Aptidão física relacionada à saúde, uma visão detalhada de seus componentes e sua importância para a profissão bombeiro militar. Disponível em: . Acesso em: 19 set. 2011.

PEREIRA, E. S.; MOREIRA, O. C. Importância da aptidão física relacionada à saúde e aptidão motora em crianças e adolescentes. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, São Paulo, v.7, n.39. maio/jun. 2013.

PINTO, A. C. P. N; LIMA, J. O. L. O efeito da motricidade do judô no equilíbrio de crianças com deficiência visual. 170 f. TCC (Ciências Biológicas e da Saúde) - Universidade da Amazônia, Belém, 2010.

RAY, C.; HORVAT, M.; WILLIAMS, M.; BLASCH, B. Kinetic movement analysis in adults with vision loss. Adapted Physical Activity Quarterly, v. 24, n. 3, p. 209-217, 2007.

RODRIGUES, N. A. P. Equilíbrio em indivíduos com deficiência visual. 104 p. Monografia (Reeducação e Reabilitação) - Faculdade de Desporto da Universidade de Porto, Porto, 2006.

ROSCAMP, R.; DOS SANTOS, M. G. A qualidade de vida relacionada à aptidão física e saúde. Revista Digital EFDeportes.com, Buenos Aires, v. 16, n. 161, out. 2011.

RUFINO, M. B.; PEREIRA, E. T.; OLIVEIRA, R. A. R.; FERREIRA, E. F. Estratégias de ensino e recurso pedagógico nas aulas de educação física: uma revisão de literatura. Revista Científica Fagoc Multidisciplinar, Ubá, v. 1, n. 1. 2016.

RUFINO, M. B., OLIVEIRA, R.A.R.; PEREIRA, E.T.; FERREIRA E. F. Estratégias de ensino e inclusão de aluno com baixa visão nas aulas de educação física: um estudo de caso. CBAMA 2016. X Congresso Brasileiro de Atividade Motora Adaptada. I simpósio de atividade física e saúde. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2016.

SCHRÖDER, S.; CANTORANI, J. R. H.; VARGAS, L. M.; VARGAS, T. M. A influência da prática do goalball e da deficiência na percepção da qualidade de vida de pessoas com deficiência visual. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, Ponta Grossa, v. 07, n. 03, jul./set. 2015.

SERON, B. B.; INTERDONATO, G. C.; LUIZ JUNIOR, C. C. et al. Prática de atividade física habitual entre adolescentes com deficiência visual. Revista Brasileira Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 26, n. 2, p. 231-39, abr./jun. 2012.

SILVA, P. V. C.; COSTA JUINIOR, A. L. Efeitos da atividade física para a saúde de crianças e adolescentes. Revista Psicologia e Argumento, Curitiba, v. 29, n. 64, p. 41-50 jan./mar. 2011.

WINNICK, J. P.; SHORT, F. X. Testes de aptidão física para jovens com necessidades especiais: Manual Brockport de Testes. São Paulo: Manole, 2001. p. 169.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.