ESTUDO COMPUTACIONAL DE FRATURAS ATRAVÉS DO MODELO DE FUSÍVEIS ALEATÓRIOS

Italo Silva, Kenedy Antônio Freitas, Michelle de Sales Moreira

Resumo


Este estudo avaliou as propriedades de quebra do modelo de fusíveis aleatórios quando aplicado a diferentes desordens, tamanhos de rede e geometrias. Em especial, objetivou-se comparar as geometrias quadrada, 45 graus e hexagonal, sendo esta última inédita. Foi verificada a mudança de comportamento no perfil das fraturas a partir da desordem de 40% para todas as redes, e encontrou-se um padrão de valores para os expoentes da Lei de Potência estudada dentro de uma mesma geometria de rede.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.