UMA VISÃO BIOPSICOSSOCIAL NOS CASOS DE OBESIDADE

katiaAparecida de Souza Silva Katia Souza, Jaqueline Duque Kreutzfeld Toledo Duque Jaque, Jhonathan de Oliveira Feital, Luciana dos Santos de Oliveira Montini, Patrícia de Oliveira Cardoso, Alessandro Ferreira Pierassol, Lucas Jose Paes

Resumo


A psicossomática veio para unificar o corpo e a mente, por isso o termo psicossomática que quer dizer, psico mente e somática corpo, ou seja, toda doença não é só do corpo ou só da mente, e sim dos dois. A obesidade é uma condição complexa, na qual estão envolvidos múltiplos fatores que contribuem para o acúmulo de peso, podendo ser, comportamento alimentar incorreto, não ter o autocontrole, estresse, sentimentos negativos, ausência de apoio e de manutenção. O objetivo do artigo é aprofundar discussões sobre a obesidade no atual contexto como campo psicossomático dentro da multidisciplinaridade. O presente artigo tem como metodologia de pesquisa um relato de caso com descrições de duas pacientes com o tema abordado: obesidade e suas causas. Além disso, o trabalho consta de outros instrumentos de pesquisas, como: livros e artigos de revistas. Têm-se como resultados, que quando o sujeito é tido como um obeso e o mesmo está em um tratamento multidisciplinar, ele não é visto apenas como mais um dos obesos classificado pela OMS e sim um sujeito biopsicossocial. A partir dos casos apresentados, conclui-se que é de suma importância ter um olhar holístico sobre o mesmo, chega-se então, ao seeting psicanalítico, um lugar especial para as manifestações psíquicas.

Palavras-chave


obesidade; psicossomática; marketing; modelo biopsicossocial

Texto Completo:

PDF

Referências


Availablefrom. accesson 17 Apr. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902013000200015

AZEVEDO, Maria Alice Salvador Busato de; SPADOTTO, Cleunice. Estudo psicológico da obesidade: dois casos clínicos. Temas psicol., Ribeirão Preto , v. 12, n. 2, p. 127-144, 2004. . Disponível em http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413389X2004000200005&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 05 maio 2018

CERCHIARI, EdnéiaAbino Nunes. Psicossomática um estudo histórico e epistemológico. Psicologia: Ciência e profissão. Brasília, v 20, n.4, p. 64-79, Dec. 2000.

COLOMBO, Maristela. Modernidade: a construção do sujeito contemporâneo e a sociedade de consumo. Rev. bras. psicodrama, São Paulo , v. 20, n. 1, p. 25-39, jun. 2012 . Disponível em . acessos em 05 maio 2018.

CRUZ, Marina Zuanazzi; JÚNIOR, Alfredo Pereira. Corpo, mente e emoções: Referenciais teóricos da Psicossomática. Revista. Simbio-Logias. São Paulo,V.4, n.6, Dez/2011.

FILHO, Júlio Mello e BURD, Mirian [et al.]. Psicossomática hoje. 2ª edição. Porto Alegre: Artmed, 2010.

MARCO, Mario Alfredo De. Do modelo biomédico ao modelo biopsicossocial: um projeto de educação permanente. Revista brasileira de educação medica. Rio de Janeiro, v 30, n. 1, p. 61-72, janeiro/ abril 2006.

PEREIRA, Cláudia Madeira; SILVA, Adelina Lopes da. Obesidade e Estilos de Vida Saudáveis: Questões Relevantes para a Intervenção. Psic., Saúde &Doenças, Lisboa , v. 12, n. 2, p. 161-182, 2011 . Disponível em . acessos em 18 abr. 2018.

SOUZA, Jakeline Maurício Bezerra de et al . Obesidade e tratamento: desafio comportamental e social. Rev. bras.ter. cogn., Rio de Janeiro , v. 1, n. 1, p. 59-67, jun. 2005 . Disponível em. acessos em 05 maio 2018.

VEIGA NETO, Alipio Ramos; MELO, Larissa Grace Nogueira Serafim de. Fatores de influência no comportamento de compra de alimentos por crianças. Saude soc., São Paulo , v. 22, n. 2, p. 441-455, June 2013 .

ZIMERMAN, David E. Manual de Técnica Psicanalítica uma re-visão. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Rocha, L. J. L., Vilhena, J. D., & Vilhena Novaes, J. D. (2009). Obesidade mórbida: quando comer vai muito além do alimento. Psicologia em Revista, 15(2), 77-96.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.