A INTERPRETAÇÃO DOS SONHOS: DA CONSTRUÇÃO TEÓRICA À CLÍNICA CONTEMPORÂNEA

Laís Aparecida Ribeiro, Jaqueline Duque Kreutzfeld Toledo

Resumo


O tema desta pesquisa permeia a interpretação dos sonhos desde sua construção teórica até sua incidência na clínica contemporânea. O eixo condutor dentro deste tema tão complexo foi compreender sua importância na construção da psicanálise. A questão que se pôs frente a pesquisa foi compreender como está obra que data do início do século passado pode contribuir para a clínica contemporânea, sendo que os sujeitos afastados por este tempo histórico são diferentes naquilo que desafiam a clínica. Esse artigo tem como objetivo compreender a importância da interpretação dos sonhos no embasamento teórico da psicanálise e suas consequências clínicas. Para compor a fundamentação teórica foi utilizada pesquisa bibliográfica, atribuída de pesquisa qualitativa e exploratória. O conteúdo do artigo faz menção a todo processo do sonho e sua ligação junto ao desejo, fazendo uma ponte do inconsciente com o consciente, e ainda assim ressalta como essa experiência tem sido vivida na clínica da atualidade. O fechamento da pesquisa se qualifica em ponderar pontos importantes no embasamento da psicanálise contemporânea, e busca apontamentos importantes no que se refere ao trabalho junto aos pacientes/sujeitos que chegam à clínica, esvaziados da capacidade simbólica.


Palavras-chave


Desejo. Elaboração Onírica. Inconsciente. Simbólico

Texto Completo:

PDF

Referências


BIRMAN, J. O sujeito na contemporaneidade: espaço, dor e desalento na atualidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

FREUD, S. A Interpretação dos Sonhos. V. IV, Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, Rio de Janeiro: Imago, 1969.

GARCIA-ROZA, L. A. FREUD e o inconsciente. 24ª edição. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor Ltda, 2009.

GREEN, André. Do “Projeto” à “Interpretação dos Sonhos”: Ruptura e fechamento. V. 44, nº. 1. Revista Brasileira de Psicanálise. Paris - França, 2010.

FONTELLES, M. J. et al. Metodologia da Pesquisa Científica: Diretrizes para a Elaboração de um Protocolo de Pesquisa. Pará, 2009.

LAPLANCHE, J.; PONTALIS, J. B. Vocabulário da Psicanálise. 4ª edição. São Paulo: Martins Editora Livraria Ltda, 2001.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de Metodologia Científica. 7ª edição. São Paulo: Editora Atlas S.A., 2010.

MELO, J. C. As Faces do Inconsciente: Perspectivas da Psicanálise e da Grupoanálise. 1ª edição. Lisboa: Climepsi Editores, 2005.

MOTA, Regina. L. B. A Interpretação dos Sonhos na Clínica Contemporânea. V. 15, nº. 2. Revista da SBPdePA. DF - Brasília, 2013.

SILVA, G. R. O sonho e a psicanálise freudiana. V. 9 – nº 1. Revista EnsiQlopédia – FACOS/CNEC Osório. Rio Grande do Sul, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.