APTIDÃO FÍSICA ENTRE ADOLESCENTES PRATICANTES DE ESPORTES E ADOLESCENTES NÃO PRATICANTES

Luiz Antônio Campos Ramos Júnior, Elizângela Fernandes Ferreira Santos Diniz, Bianca Christian Medeiros Sales, Letícia Liberato de Melo Toledo, Nívea Teixeira Campos, Renata Aparecida Rodrigues de Oliveira

Resumo


A prática de atividade física é de extrema importância na vida dos adolescentes, pois com ela adquire-se a aptidão física relacionada à saúde, o que atenua o surgimento de doenças crônico degenerativas. Assim, o objetivo foi comparar a diferença na aptidão física entre adolescentes praticantes de esportes e adolescentes não praticantes. Foram avaliados 55 adolescentes com idade média de 16,00+ 0,84 anos de um instituto federal e de uma escola estadual de uma cidade do interior de Minas Gerais. O estudo contou com participantes de ambos os sexos, praticantes das modalidades de futsal e handebol; e alunos sem nenhuma prática de exercício físico. A avaliação foi feita por meio do emprego da bateria de testes: medida da massa corporal, estatura e perímetro da cintura; teste de flexibilidade; teste de resistência abdominal; e corrida de 6 minutos. Para a classificação, foi utilizado o manual PROESP. O grupo de praticantes de futsal e handebol apresentou médias superiores de flexibilidade, abdominal e aptidão cardiorrespiratória (p<0,05). Em relação ao índice de massa corporal e à relação cintura estatura, o grupo de não praticantes apresentou maior porcentagem de risco à saúde comparativamente aos praticantes de esporte. Sobre a flexibilidade, abdominal e aptidão cardiorrespiratória, também foram observadas maiores porcentagens de risco à saúde em não praticantes. Dessa forma, conclui-se que os níveis de aptidão física relacionada à saúde dos adolescentes não praticantes de esportes apresentaram-se piores em comparação aos de adolescentes praticantes de esportes.


Palavras-chave


atividade física; aptidão física; adolescentes.

Texto Completo:

PDF

Referências


BORTOLINI, A.C.; JAEGER, D. B.; SIQUEIRA, O. D.; CRESCENTE, L. A. B.; GARLIPP, D. C. Associação entre dores nas costas, flexibilidade e força/resistência abdominal em crianças e adolescentes. Revista do Departamento de Educação Física e Saúde e do Mestrado em Promoção da Saúde, v. 17, n. 3, p. 231-234, 2016.

BURGOS, M. S.; REUTER, C. P.; TORNQUIST, L.; PICCIN, A. S.; RECKZIEGEL, M. B.; POHL, H. H.; BURGOS, L. T. Perfil de aptidão física relacionada à saúde de crianças e adolescentes de 7 a 17 anos. Health Sciences Institute, v. 30, n. 2, p.171-175, 2012.

BOHME, M. T. S. Aptidão física - aspectos teóricos. Revista Paulista de Educação Física, v.7, n. 2, p. 52-65, 1993.

FARIAS, S. E.; CARVALHO, W. R. G.; GONÇALVES, E. M.; JUNIOR, G. G. Efeito da atividade física programada sobre a aptidão física em escolares adolescentes. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, v. 12, n. 2, p. 98-105, 2010.

FILHO, J. H. C.A.; SANTO, T. C. S. E.; FACÓ, S. G.; MAGALHAES, A. T.; SILVA, B. A. K.; MINGHINI, B.V.; SILVA, C. S.; CARDOSO, V. S. A influência da termoterapia no ganho de flexibilidade dos músculos isquiotibiais. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 22, n. 3, p. 227-230, 2016.

FREIRE, R. S.; LÉLIS, F. L. O.; FILHO, J. A. F.; NEPOMUCENO, O. M.; SILVEIRA, M. F. Prática regular de atividade física: estudo de base populacional no norte de Minas Gerais, Brasil. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 20, n. 5, p. 345-349, 2014.

GUEDES, D. P.; GUEDES. J. E. R. P. Atividade física, aptidão e saúde. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, v. 1, n. 1, p. 18-35, 1995.

LOPRINZI, P. D.; LEE, I. M.; ANDERSEN, R. E.; CRESPO, C. J.; SMIT, E. Association of concurrent healthy eating and regular physical activity with cardiovascular disease risk factors in U.S. youth. American Journal of Health Promotion, v. 30, n. 1, p. 2-8, 2015.

LOURENÇO, C. L. M.; ZANETTI, H. R.; AMORIM, P. R. S.; MOTA, J. A. P. S.; MENDES, E. L. Comportamento sedentário em adolescentes: prevalência e fatores associados. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 26, n. 3, p. 23-32, 2018.

MENDES, M. C. L.; CUNHA, R. C. L. As novas tecnologias e suas influências na prática de atividade física e no sedentarismo. Revista Interfaces, v.1, n. 3. 2013.

MINATTO, G.; SILVA, D. A. S.; PELEGRINI, A.; FIDELIX, Y.L.; SILVA, A. F.; PETROSKI, E. L. Aptidão cardiorrespiratória, indicadores sociodemográficos e estado nutricional em adolescentes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 21, n. 1, p. 12-16, 2015.

MOREIRA, C. D.; SPERANDIO, B. B.; ALMEIDA, T. F.; FERREIRA, E. F.; SOARES, L. A.; OLIVEIRA, R. A. R. Nível de aptidão física para o desempenho esportivo em participantes adolescentes do projeto esporte em ação. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 11, n. 64, p. 74-82, 2017.

NETO, A. S.; BOZZA, R.; ULBRICH, A. Z.; VASCONCELOS, I. Q. A.; MASCARENHAS, L. P. G.; BOGUSZEWSKI, M. C. S.; CAMPOS, W. Fatores de risco para aterosclerose associados à aptidão cardiorrespiratória e ao IMC em adolescentes. Arquidiocese Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 52, n. 6, p. 1025-1030, 2008.

PEREIRA, T. A.; BERGMANN, M. L. A.; BERGMANN, G. G. Fatores associados á baixa aptidão física de adolescentes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 22, n. 3, p. 176-181, 2016.

PETROSKI, E. L.; SILVA, A. F.; RODRIGUES, A. B.; PELEGRINI, A. Aptidão física relacionada a saúde em adolescentes brasileiros residentes em áreas de médio/baixo índice de desenvolvimento humano. Revista de Saúde Pública, v.13, n. 2, p. 219-228, 2011.

PINTO, R. R.; GUERINO, C. S.; CONSOLIN, D. B.; CUNHA, A. C. V. Relação entre lordose lombar e desempenho da musculatura abdominal em alunos de fisioterapia. Revista Acta Fisiátrica, v. 7, n. 3, p. 95-98, 2000.

PROJETO ESPORTE BRASIL (PROESP). Manual de testes e avaliação. 2016. Disponível em: https://www.ufrgs.br/proesp/arquivos/manual-proesp-br-2016.pdf.Acesso em: 08 maio 2019.

RONQUE, E. R. V.; CYRINO, E. S.; MORTATTI, A. L.; MOREIRA, A.; AVELAR, A.; CARVALHO, F. O.; ARRUDA, A. Relação entre aptidão cardiorrespiratória e indicadores de adiposidade corporal em adolescentes. Revista Paulista de Pediatria, v. 28, n. 3, p. 296-302, 2010.

SCHUBERT, A.; JANUÁRIO, R. S. B.; CASONATTO, J.; SONOO, C. N. Imagem corporal, estado nutricional, força de resistência abdominal e aptidão cardiorrespiratória de crianças e adolescentes praticantes de esportes. Revista Paulista de Pediatria, v. 31, n. 1, p. 71-76, 2013.

SCHUBERT, A.; JANUÁRIO, R. S. B.; CASONATTO, J.; SONOO, C. N. Aptidão física relacionada a prática esportiva em crianças e adolescentes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 22, n. 2, p. 142-146, 2016.

SHEPARD, R. J. PAR-Q, Canadian home fitness test and exercise screening alternatives. Sports Medicine, v. 5, p.185-195, 1988.

SCHUBERT, A.; JANUÁRIO, R. S. B.; CASONATTO, J.; SONOO, C. N. Aptidão física relacionada à prática esportiva em crianças e adolescentes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 22, n. 2, p. 143, 2016.

SILVA, K. S.; NAHAS, M. V.; HOEFELMANN, L. P.; LOPES, A. S.; OLIVEIRA, E. S. Associação entre atividade física, índice de massa corporal e comportamentos sedentários em adolescentes. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 11, n. 1, p. 159-168, 2008.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Atividade física na infância e na adolescência: guia prático para o pediatra. 2008. Disponível em: http://www.sbp.com.br/src /uploads/2015/02/9667d-DOC-CIENT-AtivFisica.pdf. Acesso em: 23 mar. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.