Abordagem terapêutica da Hidradenite Supurativa

Leticia Vieira da Silva, Hiara Lopes Pinheiro Teixeira, Bruno Oliveira Rezende de Souza, Natália de Paula Furtado de Carvalho, Mateus de Oliveira Arruda, Maria Augusta Coutinho de Andrade Oliveira, Gisele Aparecida Fófano

Resumo


Introdução: Hidradenite supurativa é uma doença cujas causas ainda não são claras para a ciência, dessa forma busca-se tratamentos alternativos que visem melhorar a vida do paciente evitando crises e diminuindo efeitos colaterais, além de tratar rapidamente os sintomas, os quais incluem uma inflamação local muito dolorosa e supurativa. Objetivo: recolher e organizar evidências científicas sobre os tratamentos mais utilizados para a doença, visando avaliar o risco-benefício dos mesmos, sua aplicabilidade prática e a  escolha dos fármacos. Metodologia: foram revisados artigos científicos  publicados nos últimos 5 anos (2015-2019), que avaliaram relatos e séries de casos, abrangendo tratamento cirúrgico ou não, da Hidradenite supurativa. Conclusão: Observou-se que não há predomínio sobre o tratamento farmacológico a ser utilizado, embora haja fármacos que só devam ser usados em situações específicas e que os relatos cirúrgicos são muito mais numerosos. Além disso, o não conhecimento sobre a doença faz com que surjam muitas opções de tratamento que ainda não passaram por ensaios clínicos, o que pode não gerar confiabilidade para o uso dos mesmos.


Palavras-chave


Hidradenite, tratamento

Texto Completo:

PDF

Referências


Antonio, CR et al. Tratramento de hidrosadenite com laser ND:YAP 1340 NM. Surgical & Cosmetic Dermatology. 2015; 7(1): 46-49.

Bubna A. Metformin - For the dermatologist. Indian Journal Of Pharmacology, Pondicherry. 2016; 48(1): 4-10.

Fernandes NC, Franco CPA, Lima CMO. Hidradenitis suppurativa: retrospective study of 20 cases. Anais Brasileiros de Dermatologia, Rio de Janeiro. 2013; 88(3): 480-481.

Gorovoy I, Berghoff A, Ferris L. Successful Treatment of Recalcitrant Hidradenitis Suppurativa with Adalimumab. Case Reports In Dermatology, Basel. 2009; 1(1):.71-77.

Khandalava BN, Do MV. Finasteride in Hidradenitis Suppurativa:: A "Male" Therapy for a Predominantly "Female" Disease. Journal Of Clinical And Aesthetic Dermatology, Edgemont. 2016; 9(6):.44-50.

Kirpichnikov D, Mcfarlane SI, Sowers JR. Metformin: An Update. Annals Of Internal Medicine. 2002; 137(1): 25-33.

Lozev I et al. Severe Acne Inversa - Dermatosurgical Approach in a Bulgarian Patient. Open Access Macedonian Journal Of Medical Sciences, Skopje.2017; 5(4): 561-563, 24.

Matusiak L, A Bieniek, Szepietowski J. Psychophysical aspects of hidradenitis suppurativa. Acta Derm Venereol. 2010 May; 90(3): 264-8.

Moul DK. Severe Hidradenitis Suppurativa Treated With Adalimumab. Archives Of Dermatology. 2006 set; 142(9): 1110-1112.

Muzy G, Crocco EI, Alves RO. Hidradenite supurativa: atualização e revisão de suas modalidades terapêuticas. Surgical & Cosmetic Dermatology . 2014; 6(3): 206-212.

Obadia DL et al. Hidradenite supurativa tratada com infliximabe. Anais Brasileiros de Dermatologia. 2009 dez; 84(6): 695-697.

Oliveira MP, Gazzalle A, Narvaes G. Hidradenitis suppurativa (acne inversa): review of the literature and case report on the surgical treatment of a presternal lesion. Revista Brasileira de Cirurgia Plástica – Brazilian Journal Of Plastic Sugery. 2015 jul; 30(3): 487-494.

REMICADE – Infliximabe. Centocor B.V., Leiden, Holanda e Schering-Plough (Brinny) Company. Duque de Caxias: Schering-Plough Produtos Farmacêuticos Ltda., 2017. Bula de Remédio. Disponível em: < http://serdabahia.com.br/pdf/Remicade.pdf>. Acesso em: 03 nov. 2017.

REMSIMA - Infliximabe. ANVISA. São Paulo: Hospira Produtos Hospitalares Ltda., 2015. Bula de Remédio. Disponível em: . Acesso em: 03 nov. 2017.

Rodrigues Neto JN et al. Forehead reduction in patients with precapillary incision: 10 years of experience. Revista Brasileira de Cirurgia Plástica (rbcp) – Brazilian Journal Of Plastic Sugery. 2016; 31(4):446-452.

Scuderi N et al. Medical and Surgical Treatment of Hidradenitis Suppurativa: A Review. Skin Appendage Disorders. 2017 mar; 3(2): 95-110.

Schmitt JV et al. Risk factors for hidradenitis suppurativa: a pilot study. Anais Brasileiros de Dermatologia, Rio de Janeiro. 2012 nov-dec; 87(6): 956-968.

Vekic DA, Cains G.D. Hidradenitis suppurativa – Menagement, comorbidities and monitoring. The Royal Australian College of General Practitioners. 2017 ago; 46(8): 584-588.

Wollina U et al. Acne inversa (Hidradenitis suppurativa): A review with a focus on pathogenesis and treatment. Indian Dermatol Online J . 2013 [cited 2017 Nov 6];4:2-11.

Zoubolis CC et al. European S1 guideline for the treatment of hidradenitis suppurativa/acne inversa. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology. 2015 april; 29(4): 619-644.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Copyright (c) 2021 Leticia Vieira da Silva, Hiara Lopes Pinheiro Teixeira, Bruno Oliveira Rezende de Souza, Natália de Paula Furtado de Carvalho, Mateus de Oliveira Arruda, Maria Augusta Coutinho de Andrade Oliveira, Gisele Aparecida Fófano